Eleições Conselho Deliberativo – 2017



A Moradia e Cidadania, ONG criada e mantida pelos empregados da CAIXA, vem ao longo de sua existência realizando um expressivo trabalho para redução das desigualdades sociais, buscando apoiar a população mais desfavorecida de nosso país. Este trabalho acontece graças ao apoio, participação e ao trabalho voluntário de muitos de nossos colegas.

A ONG Moradia e Cidadania está elegendo mais um grupo de conselheiros para compor o Conselho Deliberativo e é muito importante a participação de todos os associados neste processo eleitoral.

Conheça os candidatos

As votações serão realizadas de 27 a 29 de março de 2017 por meio do sistema eletrônico – a ser divulgado posteriormente.

Confira o Regulamento Eleições CD 2017

Candidatos de Minas Gerais:

Maria de Fátima Santos Gottschalg

Experiência profissional: Fui conselheira eleita do Conselho Municipal de Política Urbana do município de Belo Horizonte/MG.(COMPUR), Conselheira junto ao CRESS MG- Conselho Regional de Serviço Social, onde atuei na gestão, inclusive na Presidência. Responsável Técnica e sócia diretora da empresa Ciclus Projetos Sociais ME, credenciada junto à Caixa Econômica Federal, na área social que opera a política de Desenvolvimento Urbano.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Pela minha experiência gerencial e técnica, dentro e fora da Caixa. Por, já ter sido Conselheira desta instituição anteriormente. Além do conhecimento e visão ampla da Moradia e, também, da CAIXA. Além da minha experiência em atuação em outros Conselhos (COMPUR e CRESS MG).

Quais são suas motivações para assumir esta função? Expectativa de contribuir para ampliação da atuação da Moradia e Cidadania e sua visibilidade interna e externa à CAIXA.

Edênia do Amparo Fernandes Lopes

Experiência profissional: Exerci cargos gerenciais ao longo de 33 anos como empregada CAIXA, Gerente de Filial da área de recuperação de créditos e negociações de dividas. Fui gestora de equipes variando entre 80 a 100 colaboradores, e representante da CAIXA junto a instituições públicas e privadas.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Acredito que posso trazer para a Moradia minha experiência administrativa, de vida e ao mesmo tempo contribuir com uma visão de ampliação necessária à continuidade da própria.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Confiança no trabalho que a Moradia tem feito ao longo de sua existência, acreditar na capacidade transformadora da sociedade civil frente aos desafios sociais. Facilidade de trabalhar em equipe e disponibilidade de tempo.

Genine Berenice Rocha Duarte

Experiência profissional: Atuei por por 30 anos na Caixa Econômica (áreas Finanças, Comunicação Social e Jurídica) e há mais de 15 anos na Moradia e Cidadania – praticamente desde a sua fundação.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Para continuar atuando na ONG fundada por empregados da CEF.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Poder contribuir para que as atividades da Moradia e Cidadania continuem promovendo a justiça social entre as comunidades.

Eleições para o Conselho Deliberativo

Eleições para ao Conselho Deliberativo - Cadastre-se e Vote!
Prezados Associados,
Estamos na reta final do Processo Eleitoral que vai eleger o novo Conselho Deliberativo da Moradia e Cidadania Gestão 2017-2021. Por isso, encaminhamos abaixo o passo a passo para cadastro no sistema eletrônico de votação:
  • Se você NÃO possui cadastro, preencha os campos solicitados e CADASTRE-SE.
  • Acesse seu email e abra a CONFIRMAÇÃO de registro através do link.
  • APAGUE os caracteres sugeridos e crie uma nova senha.
  • Clique em REDEFINIR senha.
PRONTO! Você já está cadastrado!
Mas lembre-se dos dias de votação: 27, 28 e 29 de março de 2017.
Obs: Se você PERDEU sua senha, pode recuperá-la através do link: http://moradiaecidadania.org.br/wp-login.php?action=lostpassword
Para acessar o Regulamento Eleitoral e Calendário do Processo, clique aqui.
Visite nosso site e fique por dentro dos trabalhos desenvolvidos pela ONG Moradia e Cidadania: http://moradiaecidadania.org.br/
Vote nas Candidatas de Minas Gerais:
Maria de Fátima Santos Gottschalg
Experiência profissional: Fui conselheira eleita do Conselho Municipal de Política Urbana do município de Belo Horizonte/MG.(COMPUR), Conselheira junto ao CRESS MG- Conselho Regional de Serviço Social, onde atuei na gestão, inclusive na Presidência. Responsável Técnica e sócia diretora da empresa Ciclus Projetos Sociais ME, credenciada junto à Caixa Econômica Federal, na área social que opera a política de Desenvolvimento Urbano.
Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Pela minha experiência gerencial e técnica, dentro e fora da Caixa. Por, já ter sido Conselheira desta instituição anteriormente. Além do conhecimento e visão ampla da Moradia e, também, da CAIXA. Além da minha experiência em atuação em outros Conselhos (COMPUR e CRESS MG).
Quais são suas motivações para assumir esta função? Expectativa de contribuir para ampliação da atuação da Moradia e Cidadania e sua visibilidade interna e externa à CAIXA.

Edênia do Amparo Fernandes Lopes
Experiência profissional: Exerci cargos gerenciais ao longo de 33 anos como empregada CAIXA, Gerente de Filial da área de recuperação de créditos e negociações de dividas. Fui gestora de equipes variando entre 80 a 100 colaboradores, e representante da CAIXA junto a instituições públicas e privadas.
Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Acredito que posso trazer para a Moradia minha experiência administrativa, de vida e ao mesmo tempo contribuir com uma visão de ampliação necessária à continuidade da própria.
Quais são suas motivações para assumir esta função? Confiança no trabalho que a Moradia tem feito ao longo de sua existência, acreditar na capacidade transformadora da sociedade civil frente aos desafios sociais. Facilidade de trabalhar em equipe e disponibilidade de tempo.

Genine Berenice Rocha Duarte
Experiência profissional: Atuei por por 30 anos na Caixa Econômica (áreas Finanças, Comunicação Social e Jurídica) e há mais de 15 anos na Moradia e Cidadania – praticamente desde a sua fundação.
Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Para continuar atuando na ONG fundada por empregados da CEF.
Quais são suas motivações para assumir esta função? Poder contribuir para que as atividades da Moradia e Cidadania continuem promovendo a justiça social entre as comunidades.

Parabéns Mulheres


A delicadeza das flores
A força de mãe
O carinho de esposa
A reciprocidade de ser amiga
A paixão de amante
E o amor por ser Mulher!
Parabéns todos os dias.
8 de março – dia internacional da mulher
São os votos de nossa equipe.

Eleição Conselho Deliberativo 2017

A Moradia e Cidadania, ONG criada e mantida pelos empregados da CAIXA, vem ao longo de sua existência realizando um expressivo trabalho para redução das desigualdades sociais, buscando apoiar a população mais desfavorecida de nosso país. Este trabalho acontece graças ao apoio, participação e ao trabalho voluntário de muitos de nossos colegas.

A ONG Moradia e Cidadania está elegendo mais um grupo de conselheiros para compor o Conselho Deliberativo e é muito importante a participação de todos os associados neste processo eleitoral.

Conheça os candidatos

As votações serão realizadas de 27 a 29 de março de 2017 por meio do sistema eletrônico – a ser divulgado posteriormente.

Confira o Regulamento Eleições CD 2017

Candidatos de Minas Gerais:

Maria de Fátima Santos Gottschalg
 
Experiência profissional: Fui conselheira eleita do Conselho Municipal de Política Urbana do município de Belo Horizonte/MG.(COMPUR), Conselheira junto ao CRESS MG- Conselho Regional de Serviço Social, onde atuei na gestão, inclusive na Presidência. Responsável Técnica e sócia diretora da empresa Ciclus Projetos Sociais ME, credenciada junto à Caixa Econômica Federal, na área social que opera a política de Desenvolvimento Urbano.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Pela minha experiência gerencial e técnica, dentro e fora da Caixa. Por, já ter sido Conselheira desta instituição anteriormente. Além do conhecimento e visão ampla da Moradia e, também, da CAIXA. Além da minha experiência em atuação em outros Conselhos (COMPUR e CRESS MG).

Quais são suas motivações para assumir esta função? Expectativa de contribuir para ampliação da atuação da Moradia e Cidadania e sua visibilidade interna e externa à CAIXA.
Edênia do Amparo Fernandes Lopes
 
Experiência profissional: Exerci cargos gerenciais ao longo de 33 anos como empregada CAIXA, Gerente de Filial da área de recuperação de créditos e negociações de dividas. Fui gestora de equipes variando entre 80 a 100 colaboradores, e representante da CAIXA junto a instituições públicas e privadas.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Deliberativo? Acredito que posso trazer para a Moradia minha experiência administrativa, de vida e ao mesmo tempo contribuir com uma visão de ampliação necessária à continuidade da própria.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Confiança no trabalho que a Moradia tem feito ao longo de sua existência, acreditar na capacidade transformadora da sociedade civil frente aos desafios sociais. Facilidade de trabalhar em equipe e disponibilidade de tempo.